Noticias - Andar sobre as águas é uma questão de escolha. | Comunidade Batista do Balneário Templo da Graça


Compartilhe:
 

      Espiritual   •  Matérias

Andar sobre as águas é uma questão de escolha.


Andar sobre as águas é uma questão de escolha.

ANDAR SOBRE AS AGUAS É UMA QUESTÃO DE ESCOLHA EM FÉ. Por: Natanael Rodrigues -  servo de Jesus Cristo e vosso.

 

Texto base: Mt.14.22-32

O texto em estudo parece dar foco ao fato de Jesus andar sobre as aguas, inclusive traz em seu título isso, mas tendo um olhar em outra perspectiva podemos ver a importância que Jesus dá ao fato de Pedro andar sobre as aguas.

Tenho aprendido que andar sobre as aguas é uma questão de escolha em fé e mais, Jesus vai concordar com sua atitude sendo um com você nisso.

Hoje vamos desfrutar dos ensinos bíblicos a partir de um texto muito rico e tendo seus versos como tópicos para nossa reflexão.

vs.22,23,24 - 22/Logo depois, Jesus ordenou aos discípulos que subissem no barco e fossem na frente para o lado oeste do lago, enquanto ele mandava o povo embora. 23/Depois de mandar o povo embora, Jesus subiu um monte a fim de orar sozinho. Quando chegou a noite, ele estava ali, sozinho. 24/Naquele momento o barco já estava no meio do lago. E as ondas batiam com força no barco porque o vento soprava contra ele.

O texto traz a ideia da possibilidade de adversidades mesmo estando sobre a ordem de Jesus.

Ecl.9. 2 - Pois a mesma coisa acontece com os honestos e os desonestos, os bons e os maus, os religiosos e os não religiosos, os que adoram a Deus e os que não adoram. A mesma coisa acontece com quem é bom e com quem é pecador, com a pessoa que faz juramentos e com a que não faz.

v.25/Já de madrugada, entre as três e as seis horas, Jesus foi até lá, andando em cima da água.

O fato de Jesus andar sobre as aguas sugere a possibilidade de experimentarmos a realidade de uma vida acima das circunstancias e impossibilidades.

vs.26,27 - 26/Quando os discípulos viram Jesus andando em cima da água, ficaram apavorados e exclamaram: — É um fantasma! E gritaram de medo. 27/ Nesse instante Jesus disse: — Coragem! Sou eu! Não tenham medo!

Assim como os discípulos somos tentados a não entender essa questão do andar sobre as aguas pois foge de nossa compreensão humana e dos conhecimentos adquiridos.

Entre 3 e 6 da manhã, debaixo de circunstancias tão adversas alguém andando sobre as aguas só pode ser um fantasma.

v.28/Então Pedro disse: — Se é o senhor mesmo, mande que eu vá andando em cima da água até onde o senhor está.

Me chama atenção o fato de Pedro sugerir a Cristo que lhe chame a andar sobre as aguas.

Na verdade Pedro já tinha decidido a andar sobre as aguas, observe que ele nem sabia na verdade se era Jesus mesmo, consegue ver isso?

Pedro só sugeriu que se fosse Jesus mesmo confirmasse seu desejo.

v.29/ — Venha! — respondeu Jesus. Pedro saiu do barco e começou a andar em cima da água, em direção a Jesus.

Pedro saiu do barco – sair do ambiente da crise, do problema, se afastar em fé, não é abandonar o barco, é ir em direção a Cristo, na busca da resolução da situação em si.

Jesus sempre nos chama a ir ao seu encontro, não importa as circunstancias.

v.30/Porém, quando sentiu a força do vento, ficou com medo e começou a afundar. Então gritou: — Socorro, Senhor!

Quando mais você der foco e valor ao problema mais ele amplia.

O que você foca te leva a construção de pensamentos sejam positivos ou negativos que resultará necessariamente em um sentimento.

Pedro ficou com medo quando deu foco na força do vento, mas pense comigo, o vento não estava forte desde quando desceu do barco? O que mudou?

v.31/Imediatamente Jesus estendeu a mão, segurou Pedro e disse: — Como é pequena a sua fé! Por que você duvidou?

Aqui fica uma pergunta, quem estava sustentando Pedro nas aguas, sua fé ou um poder sobrenatural vindo de Jesus?

Não seria justo Jesus chamar a atenção de Pedro se ele estivesse sendo sustentado por Jesus.

Jesus diz que o fracasso de Pedro estava na dúvida, no medo, no dar foco ao vento.

v.32/Então os dois subiram no barco, e o vento se acalmou.

Me chama atenção que após Jesus lhe estender a mão e trazer de volta a face das aguas lhe permite experienciar novamente a realidade do andar sobre as aguas.

Aqui vemos a base da graça de Deus, não é por você, muito menos por merecimento, observe, Pedro falhou, reconheceu clamando e pode andar sobre as aguas novamente.

Jo.14.12 - Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem crê em mim fará as coisas que eu faço e até maiores do que estas, pois eu vou para o meu Pai.

Jesus deseja que façamos coisas semelhantes a Ele e ainda maiores.

 

ENFIM:

É curioso o fato de que todas essas coisas aconteceram enquanto Jesus orava ou ainda depois do seu tempo a sós com o Pai.

v.23/Depois de mandar o povo embora, Jesus subiu um monte a fim de orar sozinho. Quando chegou a noite, ele estava ali, sozinho.

Nós precisamos ter a mesma postura, uma vida de oração nos faz posicionar corajosamente e viver o sobrenatural de Deus em todo tempo e situação.

Decida andar sobre as aguas, Jesus e Pedro é nosso exemplo possibilidade.

 

 

 

 

 




Voltar




Tel. : (31) 3354-6794 - 992323907
secretaria.cbbtg@gmail.com



Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2019



  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube