Noticias - JAMAIS ESQUECIDOS | Comunidade Batista do Balneário Templo da Graça


Compartilhe:
 

      Espiritual   •  Matérias

JAMAIS ESQUECIDOS


JAMAIS ESQUECIDOS

JAMAIS ESQUECIDOS – Por. Natanael Rodrigues -  servo de Jesus Cristo e vosso.

Jamais esquecidos é uma declação consoladora a todos nós que estamos suscetíveis a passar por varias tribulações.

Dias de dores e sofrimentos parece ser comum a todos nós, diferimos na forma que enfrentamos essas dificuldades o que de fato é determinante para nossa qualidade de vida cristã, física, emocional e psicologica.

Qual é a visão de Deus quando nos permite passar por tribulações, sofrimentos e afliçoes?

Jo.16.33 - “Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”.

Jesus na sua infinita sabedoria nos deixou palavras de animo e conhecimento da realidade humana enquanto cristãos convertidos, isto é, no mundo teriamos aflições.

Não podemos esquecer do inicio do verso que diz que sua intenção era que tivessemos paz ao lembrar que Ele venceu o mundo.

Paulo, o apostolo escreve algo muito especial que caracteriza o cristão em meio as aflições da vida, veja:

II Coríntios 4:8,9 “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos”.

Varias vezes já li esses versículos e  não compreendia bem o que o apóstolo estava realmente comunicando à igreja em Corinto.

Pareciam-me confusas essa declaração:  Atribulado sim, angustiado não. Ficar perplexo é possível, desanimado é impossível. Perseguido sempre, desamparado nunca. Abatido às vezes, destruído jamais.

Se não tivermos a compreensão das palavras aqui empregadas parece não ter sentido o que Paulo fala.  

A busca dessas palavras nos originais nos dão a dimensão do que Paulo estava falando.

“EM TUDO SOMOS ATRIBULADOS, PORÉM NÃO ANGUSTIADOS”

A palavra atribulado (thlibo) no grego significa: prensado como uvas, espremido, pressionado com firmeza, estreitado, contraído.

Já a palavra angustiado (stenochoreo) é estar em um lugar estreito, encolher, comprimir, ser dolorosamente restringido em espírito.

O entendimento desta primeira declaração de Paulo é: POSSO PASSAR POR TRIBULAÇÃO, MAS NÃO VOU PERMANECER AÍ. Posso viver o caos, mas não vou ficar nEle.

Salmo 84:5-7  - “Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados, o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva. Vão indo de força em força; cada um deles aparece diante de Deus em Sião” .

O homem que se refugia em Deus (cuja força está em Deus), recebe do Senhor no seu coração os caminhos para transformar o “caos”.

Passar pela tribulação não é a mesma coisa que permanecer em tribulação.

O apóstolo está dizendo: “podemos ser prensados como uva, ou como alguns preferem, passados pela ‘moenda’, mas não ficaremos nesta condição para sempre. Passaremos por isso”.

“PERPLEXOS, PORÉM NÃO DESANIMADOS”

Perplexo (aporeo) no grego significa: estar sem recursos, estar em dificuldades, ser deixado em necessidade, estar embaraçado, não saber que caminho tomar, não saber o que decidir ou o que fazer, estar perplexo.

Desanimado (exaporeomai) significa: estar totalmente perplexo, estar completamente destituído de medidas ou recursos, renunciar toda esperança, estar em desespero.

Paulo está dizendo que podemos ser esvaziados de tudo. Podemos perder todas as nossas bases e apoios de sustento, porém não perderemos a fé e a esperança.

Existe uma diferença fundamental entre PERDER O CONTROLE E PERDER A ESPERANÇA. O fato de perdermos o controle, não tira a nossa vida do controle de Deus.

Sl.23. 4 - Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.

Na escuridão do vale da sombra da morte, perdemos o controle da situação, porém Deus está conosco, a Sua presença nos enche de autoridade e esperança. Ele está no controle e nEle podemos esperar continuamente.

É na escuridão que aprendemos a depender e confiar no Senhor de verdade.

Quem depende de Deus e confia nEle não perde as esperanças e todo aquele que confia em Deus espera nEle.

É na perplexidade (esvaziamento) que descobrimos que Deus é tudo.

PERSEGUIDOS, POREM NÃO DESAMPARADOS

A palavra perseguido (dioko) no grego significa: fazer correr ou fugir, afugentar, escapar, correr prontamente a fim de capturar uma pessoa ou coisa, perseguir (de um modo hostil), de qualquer forma, seja qual seja.

Já a palavra desamparado (egkataleipo) significa: abandonar, desertar, deixar em grande dificuldades, deixar abandonado, totalmente abandonado, completamente desamparado, deixar para trás, desistir de sobreviver, falecer.

Perseguido é ser tratado cruelmente e injustamente de forma obstinada. Mas apesar de ser tão doloroso, o apóstolo garante que o perseguido não fica sem sustento e abandonado.

Nenhuma injúria, perseguição ou mentiras contra nós é maior do que Cristo em nós e nós nEle.

I Pedro 4:14  - “Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus”.

Estou seguro que Jesus se identifica com aqueles que são perseguidos por amor do Seu Nome.

Hb.13. 5 – “… porque Deus mesmo disse:“Nunca o deixarei, nunca o abandonarei”

Perseguidos sim, desamparados não. Ele é um conosco em toda e qualquer circunstância da vida. Nos bons e maus momentos, Ele está conosco e sofre por nós.

“ABATIDOS, PORÉM NÃO DESTRUÍDOS”

Abatido (kataballo) no grego significa: lançar para baixo, lançar em terra, prostrar, colocar em um lugar inferior, assentar um fundamento.

Já a palavra destruído (apollumi) significa: destruir, sair inteiramente do caminho, abolir, colocar um fim, a ruína, tornar inútil, matar, declarar que alguém deve ser entregue à morte, condenar ou entregar à miséria eterna no inferno; perecer, estar perdido, arruinado, destruído.

O apostolo Paulo está dizendo que você pode ser humilhado, jogado ao chão, abatido como um avião que cai, porém não pode ser destruído. Você crê nisso?

É pura verdade: ninguém pode destruir sua vida, ela está nas mãos de Deus.

O avião (forma figurada) pode ate cair, mas voce será protegido, essa é a promessa.

Paulo teve a oportunidade de viver prisões por causa do Cristo e do evangelho.

At.16.23,25,26 – 23/Depois de serem severamente açoitados, foram lançados na prisão. O carcereiro recebeu instrução para vigiá-los com cuidado.

Essa situação é uma demonstração clara diante da sociedade de abatimento, privando-lhes a liberdade, da fala, do exercício da fé e da cidadania.

 25/ Por volta da meia-noite, Paulo e Silas estavam orando e cantando hinos a Deus; os outros presos os ouviam. 26/ De repente, houve um terremoto tão violento que os alicerces da prisão foram abalados. Imediatamente todas as portas se abriram, e as correntes de todos se soltaram.

Presos, abatidos sim, mas destruidos não. Ainda no cárcere o Senhor fez extremecer as estruturas e trouxe liberdade a eles e salvação para familias inteiras.

ENFIM:

Em dias de aflições precisamos primeiramente discerni-las, nos posicionar em fé e passar de cabeça erguida, Deus é conosco.

Levante-se, Deus é contigo, está contido, jamais de abandonou e nunca te abandonará.

O vaso pode sofrer todo tipo de pressão, mas o que está dentro jamais será atingido.

Aflições não significa ausencia de Deus, mas sua direção como aquele que tem a visão do nosos futuro.




Voltar




Tel. : (31) 3354-6794 - 992323907
secretaria.cbbtg@gmail.com



Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2019



  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube