Noticias - MINHA FÉ | Comunidade Batista do Balneário Templo da Graça


Compartilhe:
 

      Espiritual   •  Matérias

MINHA FÉ


MINHA FÉ

MINHA FÉ – Por: Natanael Rodrigues

Todos nós somos detentores de uma fé, algumas mais expressivas outras menos, mas o fato de sermos cristãos já nos identifica como pessoas de fé.

A fé por si só nos coloca no lugar privilegiado, onde viver o sobrenatural é sempre uma possibilidade, mais gostaria de uma reflexão mais profunda.

Gostaria de sugerir experienciarmos uma fé mais inteligente que traga resultados melhores com menos dor, esforço e tempo, o que acham?

Para isso vamos analisar três passagens bíblicas que retratam isso com grande distinção.

Mc.5.21-24,35,36,41,42  – 21/Tendo Jesus voltado de barco para a outra margem, uma grande multidão se reuniu ao seu redor, enquanto ele estava à beira do mar. 22/Então chegou ali um dos dirigentes da sinagoga, chamado Jairo. Vendo Jesus, prostrou-se aos seus pés 23/e lhe implorou insistentemente: “Minha filhinha está morrendo! Vem, por favor, e impõe as mãos sobre ela, para que seja curada e que viva”. 24/Jesus foi com ele. Uma grande multidão o seguia e o comprimia. 35/Enquanto Jesus ainda estava falando, chegaram algumas pessoas da casa de Jairo, o dirigente da sinagoga. “Sua filha morreu”, disseram eles. “Não precisa mais incomodar o mestre!” 36/Não fazendo caso do que eles disseram, Jesus disse ao dirigente da sinagoga: “Não tenha medo; tão somente creia”. 41/Tomou-a pela mão e lhe disse: “Talita cumi!”, que significa “menina, eu ordeno a você, levante-se!”. 42/Imediatamente a menina, que tinha doze anos de idade, levantou-se e começou a andar. Isso os deixou atônitos.

A fé que Jairo praticara estava baseado no toque de Jesus sobre a sua filha trazendo-lhe cura.

Pense comigo, sua fé o colocava submisso ao tempo, sofrimento, a dias de caminhada, apreensão do coração pelas emoções negativas, dias de espera, possibilidade de morte, etc.

Veja, Jairo teve que viver a experiência do luto, o esforço de continuar crendo e caminhar em fé.

Valeu a pena tudo isso por fé? Claro que sim, mas poderia ser diferente.

Mc.5.25-34 – 25/E estava ali certa mulher que havia doze anos vinha sofrendo de hemorragia. 26/Ela padecera muito sob o cuidado de vários médicos e gastara tudo o que tinha, mas, em vez de melhorar, piorava. 27/Quando ouviu falar de Jesus, chegou por trás dele, no meio da multidão, e tocou em seu manto, 28/porque pensava: “Se eu tão somente tocar em seu manto, ficarei curada”. 29/Imediatamente cessou sua hemorragia e ela sentiu em seu corpo que estava livre do seu sofrimento.30/No mesmo instante, Jesus percebeu que dele havia saído poder, virou-se para a multidão e perguntou: “Quem tocou em meu manto?31/Responderam os seus discípulos: “Vês a multidão aglomerada ao teu redor e ainda perguntas: ‘Quem tocou em mim?’32/Mas Jesus continuou olhando ao seu redor para ver quem tinha feito aquilo. 33/Então a mulher, sabendo o que lhe tinha acontecido, aproximou-se, prostrou-se aos seus pés e, tremendo de medo, contou-lhe toda a verdade. 34/Então ele lhe disse: “Filha, a sua fé a curou! Vá em paz e fique livre do seu sofrimento”.

Agora é a vez da mulher com fluxo de sangue. Sua fé baseava-se em um quadro pintado, uma construção mental de um caminho de fé com a recompensa da cura de forma milagrosa e sem visibilidade.

Veja, um esforço tamanho foi exigido, muita coragem, foco, riscos, possibilidade de punição, dores, sofrimentos, se arrastando ate chegar a presença de Jesus.

Sempre vale a pena um posicionamento de fé, podemos ver isso no contexto, ela recebeu sua cura com muitos constrangimentos.

Lc.7.1-10 – 1/Tendo terminado de dizer tudo isso ao povo, Jesus entrou em Cafarnaum. 2/Ali estava o servo de um centurião, doente e quase à morte, a quem seu senhor estimava muito. 3/Ele ouviu falar de Jesus e enviou-lhe alguns líderes religiosos dos judeus, pedindo-lhe que fosse curar o seu servo. 4/Chegando-se a Jesus, suplicaram-lhe com insistência: “Este homem merece que lhe faças isso, 5/porque ama a nossa nação e construiu a nossa sinagoga”. 6/Jesus foi com eles. Já estava perto da casa quando o centurião mandou amigos dizerem a Jesus: “Senhor, não te incomodes, pois não mereço receber-te debaixo do meu teto. 7/Por isso, nem me considerei digno de ir ao teu encontro. Mas dize uma palavra, e o meu servo será curado. 8/Pois eu também sou homem sujeito a autoridade e com soldados sob o meu comando. Digo a um: Vá, e ele vai; e a outro: Venha, e ele vem. Digo a meu servo: Faça isto, e ele faz”.9/Ao ouvir isso, Jesus admirou-se dele e, voltando-se para a multidão que o seguia, disse: “Eu digo que nem em Israel encontrei tamanha fé”. 10/Então os homens que haviam sido enviados voltaram para casa e encontraram o servo restabelecido.

Aqui o centurião manifesta uma fé inicialmente não muito inteligente mas valida e no decorrer do tempo sua fé vive uma mudança de nível e algo espetacular acontece.

Inicialmente ele pede Jesus para ir curar seu servo, o tempo, uma caminhada, a possibilidade de piora e ate morte estava ali, todo um processo seria necessário, mas veja a surpresa...

O centurião se posiciona com uma fé inteligente e tudo passa por uma mudança radical e quase que imediata.

Sua progressão de fé foi reconhecida por Jesus quando disse: Nem em Israel encontrei uma fé como esta!

Qual é a diferença de uma fé inteligente para uma fé comum?

Uma fé comum exige do crente muito esforço por outro lado uma fé inteligente faz acontecer sobrenaturalmente natural.

Olha que fé inteligente do Centurião, a partir de suas experiências de autoridade consegue ver espiritualmente o que a palavra de Jesus podia produzir no mundo espiritual e usou dessa verdade para experimentar um dos milagres expressivos no novo testamento.

Características de um processo com base em uma fé inteligente:

Mesmo espera, menos dor, menos participação humana, o sobrenatural acontece naturalmente e o milagre pode ser antecipado de surpreendente.

Vejamos: todos os três tinham fé e tiveram sua fé honrada, mas o Centurião vive a realidade de uma fé inteligente que não lhe causa dor e com resultados imediatos.

Qual é a característica de sua fé?

Uma fé que depende de coisas naturais tais como colocar a mão, ungir, tocar, ser tocado, etc; ou uma fé que traz a existência o poder de Deus para curar, restaurar, prover, realizar, trazer a existência o que não existe?

Rm.10.17 - Consequentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo.

Quero encoraja-lo, a partir de hoje, debaixo do poder dessa palavra, evolua-se em fé, vá para outro nível, viva o sobrenatural naturalmente por posicionamentos com base em uma fé inteligente.

 




Voltar




Contagem - MG - Tel. : (031) 3354-6794
cbbtg@hotmail.com



Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2019



  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube